Alarmes Portland

Dicas de como proteger seu filho de ladrões virtuais

Não é novidade para ninguém que as novas gerações já nasceram conectadas. Segundo a UNICEF, ⅓ dos usuários de internet são crianças. Assim como nós adultos, os dados dos pequenos também ficam expostos e é preciso controlar esta exposição para que plataformas e empresas não usem essas informações para manipular escolhas e comportamentos. 

 

Pensando nisso, separamos algumas dicas em como proteger as crianças na internet: 

 

> Converse com seu filho: explique para eles as possibilidades que a internet tem a oferecer e escute sobre as experiências delas, por exemplo: quais são seus jogos preferidos, com quem eles têm conversado. É importante ter essa troca, tanto para saber se as crianças não estão acessando nada indevido, como para saber se as experiências delas não estão sendo agradáveis. 

 

> Fale sobre a privacidade: é importante que os pequenos saibam manter a privacidade. Passar informações pessoais como endereço e escola em qualquer site ou para estranhos não é bom. Também é importante orientá-los no círculo de amigos em suas redes sociais, aceitar apenas pessoas próximas. 

 

> Respeite os limites de idade: muitos sites e plataformas têm idade mínima para os seus usuários. Não deixe que seu filho acesse redes sociais e jogos que não sejam recomendados para sua idade. 

 

> Controle parental: este é um recurso de segurança que diversos aplicativos, sites e sistemas operacionais disponibilizam para que os pais tenham controle do que seus filhos podem ou não acessar. 

 

Estas são pequenas atitudes para que seu filho tenha uma experiência digital mais segura. 

Foto: Freepik

Leia também

Desenvolvido por GOGO Digital Todos os direitos reservados® 2018