Saiba como seu pet se comporta quando está sozinho em casa

Já ficou curioso para saber o que o seu animal de estimação faz quando fica sozinho? Se não bastasse a curiosidade, existe ainda a preocupação pelo bem-estar e segurança dos tantos Marleys e Garfields espalhados por aí.

Mas esse sentimento não é à toa. Os perigos existem e muitas vezes não estamos tomando os devidos cuidados. O espaço que o seu animal vive e os acessos que ele tem quando você está fora de casa são importantes para a segurança deles. Cuidar para que esse ambiente seja livre de objetos que possam causar danos ao seu bichinho é um dos pontos a se observar. E não é apenas isso, veterinários afirmam que cães e gatos, por exemplo, que enfrentam longos períodos sozinhos, podem desenvolver comportamentos causados por ansiedade, como destruição de objetos e cavação. Em diferentes graus, os animais de estimação sofrem com a solidão. Para os cães, que são mais sociáveis, a tristeza e o estresse podem ser mais ou menos intensos de acordo com os hábitos do proprietário, o treinamento e a raça do animal. Mas como saber se o seu pet está bem e seguro? Preparamos algumas dicas para te ajudar.

1-     Companhia: Se puder, deixe seu animal com alguém. Essa pessoa pode ser um parente próximo, um vizinho de confiança ou até mesmo um cuidador de animais. Por períodos mais longos, como em viagens, vale a pena também apostar em hotéis para pets. Além de pessoas, os animais podem ter a companhia de outros bichos de estimação, assim eles brincam juntos e não se sentem solitários.  Foto

2-    Sistema de monitoramento: A qualquer hora e em qualquer lugar você pode saber como seu animal está se comportando enquanto fica sozinho em casa. Nesse caso, também é possível visualizar o animal mesmo quando você e ele estão dentro de casa, porém em cômodos diferentes! Dessa forma, você se sente muito mais tranquilo ao acompanhar a movimentação e ter a certeza de que está tudo bem.

3-     Brinquedos interativos: O brinquedo interativo distrai o cão por longos períodos. Esse pode ser, por exemplo, uma bolinha com comida dentro. Assim, quanto mais ele brinca, mais é recompensado. Escolha o atrativo de acordo com o tamanho do seu cão para que ele não engula e também não tenha dificuldade para brincar com o objeto.

4-     Artifícios: Deixe um objeto com seu cheiro para que o animal possa sentir que você está por perto, mesmo que não em casa. Táticas para acalmar o animal, como exercícios e uso de florais também são boas opções, como mostra a ilustração do site linkanimal.com.br

Fique tranquilo no seu dia-a-dia, chegue em casa e encontre seu companheiro seguro e pronto para se divertir com você, com nesses vídeos abaixo!

Deixe seu comentário

Quer receber nosso e-book com dicas de segurança? Inscreva-se abaixo!

Nome: E-mail:

Inscreva-se